18.3.12

E não chove

Howard Hodgkin















E não chove. E o clima empena os dedos e as ideias não escorrem. Estou pequena, como se as árvores estivessem acima da minha consciência. Estou pequena como o tempo que não puxa a água de que preciso para me molhar inteira. Gente crescida me avisa de que, um dia, poderei ficar assim. Não quero crescer porque não gosto. Há processos de crescimento que nego e não procuro, são processos estranhos à minha natureza. Continuo pequena, ao pé das árvores que crescem porque sim. Eu não cresço. Caminhar contra a natureza é ir de encontro a uma parede. E não chove.

2 comentários:

ana s. pinheiro disse...

Parece-me que as poucas gotas caídas começaram a molhar-te a veia. Muito bom. Não cresças, mas não deixes que as árvores fiquem em cima da tua consciência... A gente crescida é tolinha, deixa-te estar, as paredes magoam. ;)))
Tomara que chova:)

Dobra disse...

:)

Enviar um comentário