29.2.12

Tempo seco

Vik Muniz (Ava Gardner)



















Eu sei que ando numa preguiça sem tamanho. Vim aqui dizer isso. Já se sabia. As palavras estão arrumadas à espera da chuva. Têm estado secas. São precisas paragens para dizer coisas que ninguém ouve e escrever textos que ninguém lê. Quem escreve com a preguiça em cima diz asneiras, hábito meu, eu sei. Mas agora é descanso.

2 comentários:

ana sales pinheiro disse...

;) Que chova, que chova!

Dobra disse...

Queres ver que amanhã chove e eu tenho que saír desta deliciosa preguiça? Acho que vão ser só aguaceiros. Não conta.

Enviar um comentário