6.9.12

Branco ou um dia não teremos uma história para contar




















E se um dia descobrir que a vida que tem não lhe agrada? E se um dia pensar sair de um casamento morto por dentro e cheio de nadas por fora? Tem coragem para começar tudo de novo, ou nada de novo haverá para descobrir? 

Texto e encenação: Mariana Rosário. 
Interpretação: João Abel e Maia Ornelas.

Estreia dia 13 de Setembro no Teatro da Comuna em Lisboa.

Eu vou sentar-me numa cadeirinha, lá bem no fundo da imaginação de um homem que recorda afectos maternais.

Sem comentários:

Publicar um comentário