19.12.08

HOJE FICAS COMIGO


Viviam num bairro antigo de Lisboa. Ruas estreitas calcetadas, mercearia antiga e padaria com bancada de pedra. Todos os dias de manhã se encontravam no café do Sr. Jacinto, muito perto do quiosque onde ela comprava o Jornal e ele, uma revista cuja primeira página fosse apelativa para apimentar o resto do dia.
Tinham decidido viver em casas separadas. Restava-lhes o desejo contínuo do encontro, quando ambos estremeciam e a campainha de uma das casas tocava. Abria-se a porta e desapareciam as palavras. Miguel estendia-lhe o abraço e entregava-lhe a alma toda, as mãos envolviam-lhe o corpo e Luísa rendia-se ao cheiro e à cor da respiração. Empurrava a porta com a ponta do pé e sussurrava:
- Hoje ficas comigo.

2 comentários:

SMA disse...

Fico...
Excelente texto
.
.
.
bjo doce
.
Feliz Ano Novo

DOBRA disse...

Obrigada. Feliz Natal e bom ano para si.

Enviar um comentário