7.12.10

DOBRAS E GRITOS (48)

Uma das mentiras que a humanidade prega a si mesma, toma forma no mês de Dezembro. Todos acreditam que se amam, todos se empenham nos sorrisos, todos são solidários e todos se unem à volta de uma mesa com a toalha encarnada e a cera a derreter. Depois os papéis rasgados ficam no chão e, um ano depois, a memória reaparece.

2 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Eu diria assim: 'e uma semana depois a memória desaparece'

Dobra disse...

Pois que diria muito bem, caro Pirata :)

Enviar um comentário