1.6.11

PROMESSA

Quando percebeu que a criança tinha crescido, decidiu presenteá-la sempre. Todos os anos neste dia. Até que a morte venha dizer que acabou.

3 comentários:

ana sales pinheiro disse...

:)Um beijinho da criança que há em mim para a que há em ti:)

Dobra disse...

Pois que o beijinho foi recebido e aqui vai outro - da maluca que há em mim para a maluca que há em ti :))

ana sales pinheiro disse...

:)))

Enviar um comentário