13.10.12

Até a música acabar

Pode haver paraíso no olhar. Quando ainda se acredita que a vida nos surpreende, quando as mãos de quem fala encontram palavras mudas que dizem mais que sílabas no meio de um ruído. Não componho mais que um conjunto de cigarros fumados a uma janela distante de todas as certezas. Há passos inseguros, e depois? Que se façam... até a música acabar.


Sem comentários:

Publicar um comentário