11.8.08

FÉRIAS, AINDA


(Picasso)

Quando os olhos se fecham debaixo do sol, quando o presente se mastiga, acredita-se sempre no impossível. Porque os melhores momentos se vivem devagarinho, de férias continuarei, até Setembro.

DOBRAS E GRITOS (24)

Ontem disseram-me que os blogues que param nas férias, correm o risco de morrer. Não acreditei. Pareceu-me conversa inventada para que eu viesse aqui, dizer que estou viva. Ainda.

Sem comentários:

Publicar um comentário