8.4.08

DOBRAS E GRITOS (16)

É a sensação de escrever para ninguém. Se, por um lado, fica o desprendimento cheio de tudo, por outro, o nada resta.

2 comentários:

Luis Eme disse...

acontece aos melhores...

DOBRA disse...

Obrigada pela simpatia,Luis.

Enviar um comentário