9.2.11

SENHOR DE PLÁSTICO


Tem a pose de “senhor”, daqueles que se fabricam com a ajuda de uma vida pouco difícil. Altivo, com a mania que é bom e um sorriso fabricado em frente ao espelho da casa de banho depois do duche cantado. Tem a pose de um “senhor” mas é homem que olha com desdém para os que sabem que, de senhor não tem mais que a sombra. Há uma sombra que persegue e não incorpora porque a atitude não é suficiente, não bebeu o chá necessário nem tem vocabulário que estruture a postura ensaiada todos os dias. Os pés pisam certezas e as mãos agarram preconceitos. Não sabe que é de plástico e é isso que faz dele um boneco.

6 comentários:

-pirata-vermelho- disse...

Sim, parece-me que percebo
mas
para saber que estamos de acordo
importa-se de me dizer que entende por 'senhor'?

Dobra disse...

Obrigada pelo reparo, caro Pirata. Um Senhor é um ser humano do sexo masculino que, para além de vestir caças e ter barba, assume a atitude de quem pensa, está e vivencia. De quem é, acima de género, o carácter regulado não por hormonas mas pela linha que traça o caminho da rectidão da honestidade e da dignidade. (Dificil responder à sua pergunta, mas compensador :)

Dobra disse...

Onde se lê "caças", deve ler-se "calças".

-pirata-vermelho- disse...

Então está a falar de um homem, de um rapaz, de uma pessoa normal.

'tá bem, já percebi que percebeu...
e
também não gostamos de plastique e ainda menos de moleza vertebral.

Dobra disse...

"moleza vertebral" parece-me expressão perfeita para os que fazem do plástico modo de vida :)

GUSTAVO disse...

eu queria saber mais dessa obra (nome original, resenha crítica,opiniões,sei la...).
me parece ilustrar perfeitamente ambientes dignos de bukowsky, mas van gogh era outro tipo de artista...
ajude-me!

Enviar um comentário