15.3.11

Escreve frases sem título, inventa o que dizer, pronuncia nomes e veste fantasmas que voltam. Vai buscar o jarro com a água morna e enterra os pés em sal. Escreve e esquece-te de todas as imagens. Vagueia pelos poucos que te lêem e diz-lhes que estás cansada. Vai-te embora no dia do silêncio, quando as palavras te engasgarem e as frases te entupirem de tédio. Enfia todos os títulos num frasco transparente e coloca-o em cima do frigorífico. Escreve frases sem título e abre a janela. Volta para perto dos que sabem quem és.

Sem comentários:

Publicar um comentário