29.4.12

Mortalha da noite

Foto Richard Avedon




















Risos em cima da mesa. Leve, o humor desenrolado na mortalha da noite. Chove e o vento entra nos ossos. Tímida moleza. Ouvem-se todos os sons do corpo. A vontade não está dentro do prato das bolachas com amêndoa. E a mortalha continua nos dedos de quem já não treme de incerteza.

2 comentários:

ana s. pinheiro disse...

Estou com raiva. Mas mesmo com muita raiva!
Porém, como sou uma pessoa muito controlada, nada afectuosa e a tua escrita não me faz inveja nenhuma, não posso dizer mais do que:
- És linda!;))

Dobra disse...

:))

Enviar um comentário