9.9.08

O TEMPO QUE JÁ ACABOU


(Manuela Pinheiro)

A ausência de conhecimento, protege-me da angústia. O que há-de vir pode ser tão bom quanto mau. Sorrio com a mesma satisfação com que como o último gelado de um tempo que já acabou.

Sem comentários:

Publicar um comentário