7.7.11

MORRER DE PÉ

Mantêm o tronco e os ramos, abanam sem que o cair as convide, perdem folhas por natureza ou desgraça e morrem sempre de pé.
Não sei se é bom morrer de pé. O desconforto agudiza-se, a visão turva demais, o horizonte fica distante e não é certo que os olhos fechem enquanto as pernas não tremem.
As árvores não têm olhos nem pernas. Julgo eu.

Sem comentários:

Publicar um comentário