24.6.08

NÃO SEI


(Souza Cardoso)

Não sei se é tristeza ou contentamento. Não sei o que, por dentro, acontece. Sei os dias que vão embora, sem marca. Os que ficam em registo ou em memória, são os que tive inteiros. Os que se foram embora, são os que perdi na sombra de um falso contentamento ou tristeza revisitada.

Sem comentários:

Publicar um comentário