7.11.08

CAROLINA (2)


Na noite em que o malmequer morreu, Carolina estava só. Tinha bebido uísque sem cigarro. Carregou no botão do On perto de si e ouviu os sons do descontentamento.

Sem comentários:

Publicar um comentário