8.11.08

CAROLINA (3)


Sempre que os sons entravam pela porta entreaberta do quarto, Carolina percebia a necessidade do encontro. Entre si e a voz que a chamava para dentro do que está muito perto.

Sem comentários:

Publicar um comentário